Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Upcoming SlideShare
Curtir, comentar e compartilhar: Uma análise netnográfica da fanpage Oreo
Next

10

Share

<ul><li>Organização ofensiva </li></ul><ul><li>Equipa organizada em Estudo Manchester United FC

Organização ofensiva Equipa organizada em 1x4x4x2. Início de época fantástico com exibições bastante consistentes. 4 vitórias em 4 jogos na Liga Inglesa (saldo de 18-3 em golos) e primeira prova da época conquistada (3-2 ao rival Manchester City na Community Shield). Grande mentalidade e concentração competitiva. Mortíferos em 4ª fase, com destaque para o excelente momento de Rooney que só na Premier League, conta já com 8 golos e 1 assistência. A construção de jogo ocorre quase sempre de forma curta a partir do guarda-redes, com os centrais bem abertos em primeira fase a servirem de referência para o primeiro passe. Ambos seguros e consistentes em posse, com pouca tendência para grandes iniciativas individuais (embora saibam atacar o espaço se tiverem oportunidade – mais Ferdinand e Phil Jones). Em 2ª fase existe uma característica bem marcada: segurança. A posse é assumida pelos centrais e os laterais têm ordens para se projectar em profundidade antecipadamente, sendo a construção feita quase sempre através da ligação central-médio. Mas apenas se o passe não aparentar grande risco. Anderson assume aqui um natural destaque, baixando linhas para ser a grande referência para o passe de primeira estação. Em alternativa, caso a linha de passe para um dos médios não esteja disponível, ou esperam pacientemente por uma aberta ou há uma tentativa de jogar directamente no movimento interior do ala que aparece para receber e combinar com o lateral do seu lado. A circulação é, por norma, bastante paciente com a equipa a não aparentar grandes dificuldades em mudar o ponto de saída se condicionada pela atitude pressionante do adversário. Anderson é incansável nesta tarefa: recebe, distribui, dá apoio, recebe novamente e vira para o corredor contrário. Excelente momento de forma do brasileiro. Quando em posse já no meio terreno contrário, possuem uma dinâmica fantástica e a bola circula rapidamente entre os jogadores com grande qualidade. (continua) ANÁLISE MANCHESTER UTD FC (3/8) ASPECTOS OFENSIVOS

  • RicardoSampaio8

    Dec. 29, 2014
  • joaopinho587

    Jul. 25, 2014
  • fecoziskind

    Jan. 28, 2013
  • rodrigosaffi

    Dec. 30, 2012
  • pimenta86

    Dec. 23, 2012
  • drtagus

    Oct. 18, 2012
  • joaomercurio

    Oct. 18, 2012
  • JooFerreira13

    Oct. 18, 2012
  • RuiFerreira24

    Oct. 16, 2012
  • RicardoValeMartins

    Oct. 16, 2012

Organização ofensiva Equipa organizada em 1x4x4x2. Início de época fantástico com exibições bastante consistentes. 4 vitórias em 4 jogos na Liga Inglesa (saldo de 18-3 em golos) e primeira prova da época conquistada (3-2 ao rival Manchester City na Community Shield). Grande mentalidade e concentração competitiva. Mortíferos em 4ª fase, com destaque para o excelente momento de Rooney que só na Premier League, conta já com 8 golos e 1 assistência. A construção de jogo ocorre quase sempre de forma curta a partir do guarda-redes, com os centrais bem abertos em primeira fase a servirem de referência para o primeiro passe. Ambos seguros e consistentes em posse, com pouca tendência para grandes iniciativas individuais (embora saibam atacar o espaço se tiverem oportunidade – mais Ferdinand e Phil Jones). Em 2ª fase existe uma característica bem marcada: segurança. A posse é assumida pelos centrais e os laterais têm ordens para se projectar em profundidade antecipadamente, sendo a construção feita quase sempre através da ligação central-médio. Mas apenas se o passe não aparentar grande risco. Anderson assume aqui um natural destaque, baixando linhas para ser a grande referência para o passe de primeira estação. Em alternativa, caso a linha de passe para um dos médios não esteja disponível, ou esperam pacientemente por uma aberta ou há uma tentativa de jogar directamente no movimento interior do ala que aparece para receber e combinar com o lateral do seu lado. A circulação é, por norma, bastante paciente com a equipa a não aparentar grandes dificuldades em mudar o ponto de saída se condicionada pela atitude pressionante do adversário. Anderson é incansável nesta tarefa: recebe, distribui, dá apoio, recebe novamente e vira para o corredor contrário. Excelente momento de forma do brasileiro. Quando em posse já no meio terreno contrário, possuem uma dinâmica fantástica e a bola circula rapidamente entre os jogadores com grande qualidade. (continua) ANÁLISE MANCHESTER UTD FC (3/8) ASPECTOS OFENSIVOS

Views

Total views

12,086

On Slideshare

0

From embeds

0

Number of embeds

1,374

Actions

Downloads

0

Shares

0

Comments

0

Likes

10

×